Reunião com Partido Socialista

Reunião com Partido Socialista

67

.

 

A convite do Prof. Álvaro Beleza, secretário nacional para a Saúde, do Partido Socialista, a Adexo participou, hoje, dia 12 de Dezembro de 2013, numa reunião de trabalho, com a finalidade de analisar as limitações ao acesso dos doentes ao Serviço Nacional de Saúde (SNS) e auscultar todas as instituições convidadas sobre os problemas que hoje mais afectam o país na área da saúde.

Todas as associações de doentes presentes revelaram a falta de apoio no acesso à saúde por parte do Estado, o aumento das taxas moderadoras, dificuldade no acesso aos medicamentos e falta de equidade no tratamento.

Foi também expressa a necessidade de existência de uma maior agilização entre as várias especialidades médicas e, entre estas e o médico de família.

A criação urgente do Estatuto do Doente Crónico foi uma reivindicação manifestada pelas associações presentes como forma de simplificar o acesso dos doentes ao tratamento e às isenções.

A Adexo, informou que o Estado gasta todos os anos 600 milhões de euros no tratamento das doenças associadas à obesidade número com tendência a aumentar e como o ministro Paulo Macedo não orçamentou qualquer valor para o PTCO, programa de tratamento cirúrgico da obesidade este não está a cumprir os objectivos de diminuir as listas de espera.

Em relação à prevenção o Ministério da Saúde só assume coisas que outros possam pagar passando a responsabilidade no que se refere à execução de acções para outros ministérios, como por exemplo, o da Educação.

Carlos Oliveira referiu também que a diminuição aparente das listas de espera para cirurgia resulta da não entrada de doentes para a primeira consulta cuja lista de espera em vários hospitais está em cerca de ano e meio e noutros está mesmo encerrada.

Afirmou ainda que não estão a ser cumpridas as circulares normativas da DGS que regulam este tratamento, nem a inspeção geral de saúde está a verificar as condições de cada unidade acreditada como centro de tratamento.

Revelou ser imperioso a colocação do PTCO a funcionar e ainda a necessidade de o Infarmed assumir as suas responsabilidades sobre a quantidades enorme de produtos, com formato de medicamento, vendidos nas farmácias para tratamento duma doença crónica e que são aprovados pelo ministério da agricultura como suplementos alimentares e que prometem milagres aos doentes.

António José Seguro interveio no final da reunião salientando a vontade de dar voz às Associações e de pôr em prática as suas propostas.

A Adexo estará sempre disponível para reunir com todos os partidos com assento parlamentar com o objectivo de discutir propostas e encontrar soluções que possam contribuir para a uma melhor qualidade de vida dos seus associados.

Suplementos Dedicados

 A Cirurgia Bariátrica

Barovit

Hospitais Públicos e Privados

Acreditados como Centros de Tratamento

 

Hospital Lusiadas Hospital São João

 

DGS Lista Actualizada em 14 de Fevereiro de 2018

 

Roda das Calorias